Tamanho do texto

Para a agência, há forte probabilidade de ocorrer uma moratória e riscos de que o país não consiga acessar o mercado em 2012

selo

A agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou o rating de longo prazo da Grécia para CCC, de B. Segundo a agência, a perspectiva para o rating de longo prazo é negativa. O rating de curto prazo foi afirmado em C.

A S&P disse que o rebaixamento reflete a visão da agência de que há forte probabilidade de não ocorrerem pagamentos de dívidas (default), "conforme definido pelos nossos critérios relacionados ao pagamento total e dentro do prazo dos vencimentos".

Segundo a S&P, há risco de a Grécia não conseguir ter acesso ao mercado em 2012, e possivelmente além disso", embora esse acesso esteja previsto no atual programa de ajuda da União Europeia e do FMI. "Essa falta de acesso, em nossa opinião, cria uma lacuna entre a ajuda oficial comprometida e as exigências projetadas de financiamento da Grécia", explica a agência.

A S&P diz que a Grécia tem exigências de financiamento pesadas no curto prazo, com aproximadamente 95 bilhões de euros em dívida com vencimento entre agora e o final de 2013, além de 58 bilhões de euros em vencimentos em 2014.

A S&P destacou ainda que o rebaixamento reflete a percepção da agência de que os riscos de implementação associados ao programa da União Europeia/FMI estão aumentando, diante do complicado ambiente político no país, somado ao difícil clima econômico atual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.