Tamanho do texto

O governador de São Paulo, José Serra, (PSDB), descartou hoje adotar medidas emergenciais para conter a queda do nível de empregos no Estado. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados hoje pelo Ministério do Trabalho apontam a perda de mais de 654 mil empregos em dezembro no País.

Sobre esses números, Serra disse que pretende enfrentar a crise mantendo os investimentos previstos para este ano e lamentou que o Estado não tenha atuação sobre instrumentos de política monetária ou cambial. "Vamos manter os investimentos altos, apesar da queda da receita, pois isso gera empregos."

"Trabalhamos dentro das limitações do governo do Estado e estamos disponíveis para todo o esforço que seja necessário fazer dentro dessas limitações", afirmou em evento do governo de São Paulo, no Memorial da América Latina, na Barra Funda, na zona norte da capital paulista. "Não fazemos política monetária, cambial, nem mexemos com juros."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.