Tamanho do texto

Bom momento do mercado de trabalho e 13º salário devem contribuir para manter níveis de inadimplência

A inadimplência do consumidor brasileiro tende a se estabilizar pelo menos até o início do próximo ano, mostra um estudo da empresa de análise de crédito Serasa Experian.

O Indicador de Perspectiva da Inadimplência, que tem como objetivo antever o comportamento do índice pelos próximos seis meses, ficou inalterado em agosto, mantendo-se no patamar de 94,6 pontos.

A expectativa é que o 13º salário, que começa a ser pago a partir de novembro, ajude os consumidores a quitarem suas dívidas, pelo menos no curto prazo.

Além disso, os economistas da Serasa acreditam que o bom momento vivido pelo mercado de trabalho do país tem conseguido neutralizar as pressões sobre os níveis de inadimplência, tendo em vista a trajetória de expansão do crédito bem superior à capacidade de pagamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.