Tamanho do texto

Um grupo bipartidário de senadores americanos instou o governo Barack Obama a investigar com urgência as denúncias de que a China mantém o valor de sua moeda artificialmente baixo. Para os senadores, se o governo fracassar na investigação, isso prejudicará o setor industrial americano.

Numa carta enviada ao secretário de Comércio, Gary Locke, o grupo de 15 senadores, incluídos seis republicanos, disse ter sérias preocupações sobre o fracasso do governo em concluir que a manipulação chinesa da moeda é de fato "um subsídio de contrapeso" aos exportadores domésticos.

"Face às ações chinesas para subsidiar os seus exportadores às expensas da indústria e dos trabalhadores americanos, o departamento (de Comércio) precisa agir logo", disseram os congressistas, no documento.

A carta foi assinada, entre outros, pelo senador Charles Schumer (Democrata por Nova York), um membro da equipe de líderes democratas no Senado, e vários outros que representam Estados com uma presença pesada da indústria.

Em comunicado, Schumer disse que o Departamento de Comércio não levou a sério a questão e afirmou que manterá a pressão sobre a administração até que o governo tome medidas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.