Tamanho do texto

Como o projeto já foi aprovado na Câmara, ele seguirá diretamente para sanção presidencial

selo

O Senado aprovou, nesta quarta, em votação simbólica, o projeto que cria o fundo de previdência complementar dos servidores públicos federais, o Funpresp . Após um esforço concentrado dos governistas, pela manhã, para aprovar a matérias nas comissões de Assuntos Sociais e de Constituição e Justiça , a votação do projeto em plenário ocorreu sem maiores sobressaltos, atendendo orientação do Planalto.

Leia também:
Funpresp gerará de gasto de 0,1% do PIB em 2030

Mantega cita cenário externo para defender Funpresp

O relator do projeto, senador José Pimentel (PT-CE), acolheu uma emenda para deixar claro que a competência para gerir o fundo do Judiciário será do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Pimentel também se comprometeu a transformar em um futuro projeto de lei sugestões feitas por parlamentares da base aliada e da oposição, que acabaram sendo rejeitas durante a votação.

Como o projeto já foi aprovado na Câmara, ele seguirá diretamente para sanção presidencial. Apesar de o projeto ter recebido uma emenda, trata-se de uma emenda de redação, e o regimento do Senado não exige que, nesse caso, o texto tenha de voltar à Câmara.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.