Tamanho do texto

Seis suspeitos de realizar uma fraude de 600 milhões de dólares (450 milhões de euros) na Bolsa de Londres foram detidos na Espanha, informou nesta quarta-feira o ministério do Interior espanhol.

O golpe, iniciado em 2003, é investigado desde 2005 pela justiça britânica, que solicitou a colaboração da justiça espanhola.

Mediante complexas operações de mercado, através de falsificações, os detidos conseguiram fazer com que o valor das ações de uma empresa na bolsa aumentasse sem depósitos que o garantisse, lucrando com a venda posterior e fraudulenta dos títulos, segundo as autoridades.

A fraude envolvia o Mercado Alternativo de Investimentos do London Exchange Market, uma sociedade que dizia ter ativos no valor de 219 milhões de euros.

Posteriormente, a companhia anunciar diversas operações financeiras, entre elas com uma garantia sob a forma de Certificados de Crédito Internacionais de uma sociedade bancária brasileira, principalmente com a finalidade de gerar o aumento de valor das ações da companhia.

pal/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.