Tamanho do texto

A Sadia anunciou na segunda-feira o corte de 350 funcionários administrativos, para ganhar agilidade nos processos da companhia, segundo nota divulgada pela empresa. Os demitidos da Sadia ocupavam cargos de gerência, supervisão e diretorias.

Algumas das 29 diretorias serão extintas ou agrupadas dentro de outras, chegando a um total de 22. Os cortes ocorreram nas 17 unidades da companhia, porém estão mais concentrados em São Paulo e Curitiba, onde a Sadia possui escritórios.

A assessoria de imprensa da empresa afirmou que os cortes não devem se estender aos funcionários operacionais e não afetarão o volume de produção.

Segundo a Sadia, as demissões proporcionarão uma economia de R$ 44 milhões por ano, e correspondem a aproximadamente 0,5% do total de funcionários da empresa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.