Tamanho do texto

SÃO PAULO - A agência de classificação de risco Standard & Poor´s (S & P) rebaixou ontem a nota da dívida argentina ao considerar que o país enfrenta crescentes desafios econômicos, especialmente a alta da inflação e pressões fiscais e financeiras maiores. Além disso, a S & P vê uma baixa probabilidade de o governo aplicar medidas de correção para frear a perda da qualidade de crédito.

Neste contexto, um perfil financeiro mais fraco e um entorno político mais complexo fazem com que a qualidade creditícia da Argentina seja mais consistente com um nível de classificação B, concluiu o analista de risco soberano da S & P, Sebastián Briozzo. A nota da dívida argentina de longo prazo em moeda estrangeira foi reduzida de B+ para B, com perspectiva estável.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências argentinas)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.