Tamanho do texto

Segundo Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias, fluxo de veículos leves subiu 1,4% nas estradas do Estado

selo

O Rio de Janeiro foi o estado que registrou a maior alta no fluxo de veículos nas estradas pedagiadas em fevereiro ante janeiro, de 1,4%, na série com ajuste sazonal, de acordo com análise por regiões do Índice ABCR de Atividade, calculado pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias, em parceria com a Tendências Consultoria Integrada. O fluxo de veículos leves nas estradas fluminenses subiu 1,4%, enquanto o de veículos pesados recuou 0,3%.

Ao contrário do Rio de Janeiro, o estado do Paraná apresentou queda de 2,6% no ABCR em fevereiro ante o mês anterior. De acordo com o economista da Tendências Rafael Bacciotti, o resultado do Paraná corrige a forte alta registrada no mês passado. "É uma volta ao patamar da série", disse em nota. O fluxo de veículos leves no Paraná caiu 1,6% em fevereiro ante janeiro e o de veículos pesados recuou 4,5% na mesma base de comparação.

Em São Paulo, o fluxo geral aumentou 0,4%, com crescimento de 0,3% no fluxo de veículos leves e recuo de 0,9% no de veículos pesados. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, fevereiro registrou aumento de 8,8% no fluxo de veículos nas estradas paulistas, com crescimento de 12% no fluxo de veículos leves e de 0,3% no de pesados.

No Rio Grande do Sul, as rodovias concedidas registraram recuo de 0,4% no fluxo de veículos em fevereiro com relação a janeiro. O movimento de veículos leves cresceu 0,2% e o de pesados caiu 2,4% no mesmo período.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.