Tamanho do texto

RIO - A reunião entre Petrobras e sindicalistas terminou no início da noite de hoje sem que as partes chegassem a um acordo. Com isso, continua a greve de advertência iniciada na segunda-feira e programada para terminar amanhã.

A reunião durou três dias e, neste momento, petroleiros ligados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) debatem, na sede do sindicato, no Rio de Janeiro, a possibilidade de que a paralisação continue depois de sexta-feira.

Segundo nota divulgada no site da FUP, a Petrobras "não avançou no atendimento de reivindicações fundamentais para os trabalhadores, como a questão da segurança e o pagamento das horas extras dos feriados trabalhados".

Os petroleiros exigem também a reavaliação dos valores pagos na participação nos lucros e resultados (PLR) da companhia.

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.