Tamanho do texto

Um quadro de Francis Bacon pintado por seu grande amigo Lucian Freud - uma das duas únicas telas deste tipo existentes - foi leiloado neste domingo, em Londres, por mais de nove milhões de dólares, informou o leiloeiro Christies.

A tela, não concluída e muito pouco conhecida, foi pintada em 1956-7 e vendida por 5.417.250 libras esterlinas (9.404.346 dólares/6.972.001 euros). O quadro foi avaliado inicialmente entre cinco e sete milhões de libras esterlinas.

Este é o último retrato conhecido de Bacon pintado por Freud. O outro, que Freud pintou em 1952, foi roubado de uma exposição de Berlim em 1988. Havia sido empretado pelo Tate Museum britânico para uma retrospectiva sobre Freud e nunca foi encontrado.

A tela vendida neste domingo mostra Bacon olhando fixamente para baixo, como o retrado roubado. Freud está sentado frente a seu modelo e a tele oferece assim uma visão intimista da amizade entre ambos artitas.

Bacon e Freud se conheceram em 1945 na casa de Graham Sutherland, um amigo comum e um artistas contemporâneio, e rapidamente ficaram amigos.

Bacon, que morreu em 1992, exerceu grande influência sobre Freud. Ambos se retrataram mutuamente. O primeiro retrato feito por Bacon de Freud data de 1951. A partir dessa data realizou outros retratos de seu amigo. Em compensação, Freud só pintou os dois retrados citados de Bacon.

Segundo a Christie's, o primeiro retrato nunca foi terminado porque Bacon abandonou o lugar onde posava de repente, talvez para ir embora com seu amante, Peter Lacy, para o Tânger, (norte do Marrocos).

ar/tw/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.