Tamanho do texto

Governo inscreveu na peça orçamentária para 2012 despesas com restos a pagar, processados e não processados no valor de R$ 141 bi

O governo inscreveu, na peça orçamentária para 2012, despesas com restos a pagar, processados e não processados, no valor de R$ 141,03 bilhões. O valor é 10,2% superior aos restos a pagar inscritos no Orçamento de 2011, que ficaram em R$ 127,92 bilhões.

Os dados estão na edição de hoje do "Diário Oficial da União", no relatório de gestão dos orçamentos fiscal e de seguridade de 2011.

Restos a pagar são despesas com obras, bens e serviços que o governo autorizou, mas que não foram pagas ou não foram concluídas no exercício, ficando para liquidação e pagamento no período seguinte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.