Tamanho do texto

Em novo relatório, Tesouro do país diz ter em caixa US$ 53,6 bilhões; patrimônio de fundador da Microsoft é de US$ 56 bilhões

Bill Gates, o fundador da Microsoft: mais reservas que seu país
Getty Images
Bill Gates, o fundador da Microsoft: mais reservas que seu país
Ao fim da contagem regressiva para que o Congresso dos Estados Unidos aprove o aumento do teto para o endividamente do governo, um novo dado reitera o aperto por que passa a administração do presidente Barack Obama. Segundo relatório do Tesouro dos EUA divulgado nesta segunda-feira, com dados referentes à última quinta, o governo tem em caixa US$ 53,6 bilhões (R$ 83 bilhões, em valores atuais). O valor é menor que a fortuna de Bill Gates, o fundador da Microsoft, estimada em US$ 56 bilhões (R$ 87 bilhões) na versão mais recente da lista da Forbes , que elenca os maiores ricaços do planeta.

- Entenda a votação sobre a dívida dos EUA

- As alternativas no impasse sobre a dívida

- Os EUA têm histórico esquecido de calotes

- Teto foi elevado 35 vezes em 30 anos

Com um déficit orçamentário de US$ 1,5 trilhão, os EUA tentam aprovação dos parlamentares para elevar o limite máximo da dívida do país, que é atualmente de US$ 14,3 trilhões. Obama informou neste domingo ter chegado a um acordo para a aprovação , e a votação é aguardada para hoje (o prazo máximo para a elevação é amanhã, dia 2). O aperto nas contas tem sido atestado diariamente pelo Tesouro. Na última sexta-feira, quando saíram os dados referentes a quarta, o informe era de US$ 73,7 bilhões, montante inferior ao caixa disponível na Apple , de US$ 76,4 bilhões.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.