Tamanho do texto

Com esse resultado, País pode ultrapassar a média mundial de US$ 11,2 mil de renda per capita até dezembro

A economia brasileira está próxima de alcançar a marca de US$ 12,5 mil (R$19.706) de renda per capita em 2011, segundo projeções eleboradas com base nos dados oficiais do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e tabulados pelo iG .

Isso significa que o Brasil deve ultrapassar a média mundial de US$11,2 mil de renda per capita e ganhar oito posições no ranking mundial de PIB per capita do Banco Mundial. No ano passado , o País alcançou uma renda per capita que superou a marca de US$ 10 mil.

O Brasil ocupa atualmente a 104ª posição e deve saltar para o 92º lugar até o fim do ano, superando países como Sérvia, Irã, Romênia e Turquia. O indicador de renda per capita é resultado da divisão entre as riquezas produzidas por um país e sua população.

As mudanças estruturais na economia do País com o fortalecimento da classe média , a redução de forma mais acelerada da pobreza e o aumento real do salário mínimo, que ampliou o poder de compra das famílias, devem contribuir para consolidar o ritmo de expansão econômica de forma sustentada, a exemplo do que aconteceu em décadas passadas com alguns dos principais países desenvolvidos como Estados Unidos e Japão.

A expectativa do governo e dos analistas é que o País alcance um crescimento de 4,5% este ano. Apesar de ser um desempenho mais modesto na comparação com o forte resultado de 7,5% apresentado em 2010, o ponto positivo segundo os especilalistas é o fato de que o crescimento da economia em 2011 se dará sobre uma base forte e mais consolidada.

Em 2009, o PIB per capita do Brasil atingiu R$ 16.414. O dado oficial referente a 2010 ainda não foi divulgado pelo IBGE. O instituto aguarda a consolidação dos dados populacionais do último Censo, realizado no ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.