Tamanho do texto

SÃO PAULO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a afirmar nesta quinta-feira que o objetivo do governo é aproveitar os recursos que serão gerados pela exploração da camada pré-sal do litoral brasileiro para investir no setor educacional e passou a mensagem de que os reservatórios não pertencem à Petrobras, mas à União.


"Há alguns que acham que o petróleo é da Petrobras. O petróleo é da União. A Petrobras é da União, embora ela tenha acionistas estrangeiros minoritários", afirmou o presidente, que participou de cerimônia sobre a expansão da Alunorte, em Barcarena, no Pará.

O presidente chegou a citar Deus ao tentar dimensionar o significado que as descobertas no pré-sal podem vir a significar para o país. Na visão de Lula, os reservatórios de petróleo e gás na região são mais uma chance dada por Deus para o país tentar corrigir erros do passado.

"O que nós vamos fazer com esse petróleo? Vender pura e simplesmente? Quem quiser pode tirar petróleo aqui e levar quanto quiser? Não. Deus não nos deu isso para que a gente continue a burrice", afirmou. "O lucro vai ficar apenas para as empresas ou parte desse lucro vai ficar para fazer as reparações históricas do que se cometeu nesse país?", indagou.

Lula se referiu aos argumentos dos próprios empresários ao questionar o aumento de custos de projetos provocados pelo aquecimento econômico e pela carência de mão-de-obra. Na visão de Lula, se agora faltam profissionais capacitados, isso é conseqüência de um erro que esse país cometeu há 50 anos.

Leia também:

Leia mais sobre petróleo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.