Tamanho do texto

Ribeirão Preto, 14 - A receita com as exportações brasileiras de suco de laranja foi de US$ 135,34 milhões em setembro, alta de 11,5% sobre o mesmo mês de 2007, quando atingiu US$ 121,35 milhões. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior.

No acumulado do ano, o faturamento com as vendas externas atingiu US$ 1,45 bilhão, 12,7% menor que o movimentado entre janeiro e setembro de 2007, de US$ 1,66 bilhão.

O desempenho em setembro mostra que o faturamento do suco de laranja concentrado e congelado (FCOJ) segue em queda, com um movimento de US$ 57,82 milhões, 8,23% menor que os US$ 63,01 milhões de setembro do ano passado. Já as exportações de suco não-concentrado e não-congelado (NFC) geraram US$ 80,5 milhões em setembro, alta de 38% sobre os US$ 58,34 milhões de igual período do ano passado.

O Brasil é o maior produtor e exportador de suco de laranja do mundo. Na safra passada, entre julho de 2007 e junho de 2008, a receita com as exportações brasileiras de suco de laranja atingiu US$ 2,031 bilhões, alta de 0,7% ante os US$ 2,017 bilhões da safra 2006/2007. Já o volume total da bebida atingiu 2,025 milhões de t, alta de 3% sobre as 1,966 milhão de t se comparados os mesmos períodos.

As exportações brasileiras de suco de laranja correspondem a 95% das exportações brasileiras de sucos de fruta. Em segundo lugar vem o suco de maçã, com volume embarcado de 22,5 mil toneladas e receita de US$ 26,86 milhão no acumulado de janeiro a setembro deste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.