Tamanho do texto

Paris, 13 set (EFE).- O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, negou que o conflito da Geórgia tenha tido efeito sobre os investimentos estrangeiros na Rússia, e ressaltou que seu país não precisa de mais fluxos além dos que recebe do exterior, já que poderiam gerar desequilíbrios macroeconômicos.

"Para mim, não há nenhum efeito da crise no Cáucaso sobre os investimentos estrangeiros na Rússia", assegurou Putin em entrevista publicada hoje pelo diário francês "Le Figaro".

O premier disse ainda que depois de alguns anos em que tinham saído da Rússia fluxos de US$ 15 a US$ 25 bilhões, em 2007 foram investidos em seu país US$ 81 bilhões, e este ano "será em torno dos US$ 45 bilhões".

"Na verdade, não precisamos de mais investimentos, porque isso aumentaria demais nossa liquidez e alimentaria a inflação", assinalou.

Putin lembrou também que em 2003 tinha fixado o objetivo de dobrar em médio prazo o Produto Interno Bruto (PIB), o que acontecerá "no final de 2009 ou começo de 2010". EFE ac/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.