Tamanho do texto

A companhia italiana Prysmian vai investir US$ 110 milhões em uma nova linha de produção em sua fábrica em Vila Velha (ES), maior projeto de expansão da empresa em todo o mundo. O investimento já reflete a nova política de contratações da Petrobras, que garante contratos de longo prazo a fornecedores que se disponham a fabricar no País.

Nesse caso, a Prysmian ganhou um contrato de US$ 135 milhões para o fornecimento de tubos flexíveis pelos próximos cinco anos.

A Prysmian já produz em Vila Velha cabos umbilicais, usados para operar os equipamentos submarinos para produção de petróleo, e decidiu expandir as atividades para tubos flexíveis após negociações com a estatal. A empresa não quis adiantar detalhes sobre capacidade de produção e número de empregos gerados, informações que serão dadas no próximo dia 10, quando a empresa comemora 80 anos.

No Brasil, há duas fábricas de tubos flexíveis: da britânica Wellstream e da francesa Technip. Feitos de nylon e aço, os tubos são usados para o transporte de petróleo entre os poços e as plataformas produtoras. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.