Tamanho do texto

Produção de aço da China vai cair no 4o tri, diz Cisa

HEFEI, China, 21 de outubro (Reuters) - A produção de aço bruto da China vai desacelerar e mesmo contrair no quarto trimestre deste ano, informou a Associação de Ferro e Aço da China (Cisa), nesta quinta-feira.

"Nesse período, a China vai aumentar esforços para economia de energia e redução de emissões e uma série de províncias e cidades vão import restrições à eletricidade, o que vai fazer a produção de aço total cair", disse Luo Bingsheng, vice-presidente da Cisa.

Mas a indústria ainda está sofrendo com excesso de oferta, afirmou o representante durante uma conferência organizada pela consultoria Umetal. "O execesso de oferta do setor de aço da China não melhorou de forma substancial apesar da queda nos estoques e vai continuar afetando o setor", disse ele.

Dados divulgados nesta quinta-feira mostraram que a China produziu 47,95 milhões de toneladas de aço bruto em setembro, queda de 8 por cento na comparação mensal.

A produção total de aço nos primeiros nove meses do ano alcançou 474,5 milhões de toneladas, 12,7 por cento acima do período correspondente de 2009.

Grandes províncias produtoras como Hebel e Jiangsu reduziram capacidade produtiva em setembro para cumprirem as metas de eficiência no consumo de energia de 2010, mas a Cisa informou esta semana que muitas das usinas envolvidas já receberam permissão para retomarem atividades.

Luo disse que os últimos três meses do ano também verão mais quedas nas exportações de aço da China. Ele citou medidas protecionistas em mercados internacionais bem como a valorização do iuan e retirada de descontos sobre impostos que incidem sobre exportação.

Entretanto, os resultados das siderúrgicas chinesas ainda sim devem encerrar o ano em nível superior ao de 2009, mas a taxa de expansão menor.

(Por Ruby Lian e David Stanway)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.