Tamanho do texto

No primeiro mês de 2012 foram produzidos 5,1% a mais de petróleo que no mesmo período do ano passado

selo

A produção brasileira de petróleo atingiu novo recorde em janeiro, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Foram produzidos no primeiro mês de 2012 um total de 2,231 milhões de barris diários (bbl/d), o que representa um aumento de aproximadamente 5,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com dezembro de 2011, a alta foi de 0,8%. Este é o segundo mês consecutivo em que a produção nacional supera a marca de 2,2 milhões de barris diários.

A pesquisa mensal da ANP aponta também a produção de 71,1 milhões de metros cúbicos diários de gás natural no Brasil durante o período. O volume representa uma alta de 7,3% em relação a janeiro de 2011 e de 0,3% ante dezembro do ano passado.

A produção somada de petróleo e gás natural atingiu 2,678 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), expansão de 5,5% em relação a janeiro de 2011. Na comparação com dezembro do ano passado, o indicador teve alta de 0,6%.

O resultado foi puxado pelo desempenho das atividades de produção no campo de Marlim Sul, aquele com maior produção de petróleo e também de gás natural no período. "Este campo também foi o que teve o maior crescimento de produção de petróleo e gás natural, com aproximadamente 53,7 mil boe/d a mais do que em dezembro de 2011", destacou a ANP.

A produção do pré-sal foi de 152,3 mil bbl/d de petróleo e 4,8 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, totalizando 182,5 milhões de boe/d. O poço 9BRSA716RJS, de Lula, segue como o de maior produção de petróleo, pelo nono mês seguido, com uma produção de 27,2 mil bbl/d. O segundo poço com maior produção, 3BRSA496RJS, também está localizado no campo de Lula, e produziu em torno de 25,9 mil bbl/d.

A ANP também destacou o início da produção de dois campos em janeiro: Cupiúba, na bacia de Solimões, e Rio Mariricu Sul, na bacia de Espírito Santo. A Petrobras respondeu por aproximadamente 91,6% da produção de petróleo e gás natural em janeiro de 2012.

Queima de gás

A queima de gás natural no mês foi de aproximadamente 4,5 milhões de metro cúbicos dia, uma redução de aproximadamente 25,9% em relação ao mesmo mês em 2011 e de 11,9% ante dezembro de 2011. Do total de gás natural queimado, 85,2% é oriundo de campos produtores e 14,8% de testes de longa duração (TLDs) da fase de exploração. "Considerando apenas as concessões na fase de produção, o aproveitamento de gás natural no mês foi de 94,6%", destacou a agência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.