Tamanho do texto

Segundo dados da Fenaprevi, arrecadação com modalidade VGBL teve alta de 16% no período

A arrecadação da previdência privada aberta somou R$ 15,6 bilhões no primeiro quadrimestre, um crescimento de 14,02% na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi). A modalidade VGBL arrecadou R$ 12,6 bilhões no primeiro quadrimestre, alta de 16,12%.

"O crescimento do VGBL está atrelado ao aumento da renda média dos brasileiros. Uma parcela significativa da população saiu da classe D e E para a classe C e passou a ter condição de poupar. Por outro lado, as seguradoras se interessaram em oferecer produtos que captassem a poupança da população bancarizada", afirmou Marco Antônio Rossi, presidente da Fenaprevi.

Já o plano PGBL cresceu 14,77% e acumulou R$ 1,9 bilhão. "O PGBL também tem tido uma procura significativa. O investidor de maior renda tem procurando mais por esta modalidade para usufruir do benefício fiscal", afirma.

O executivo afirmou que a alta na arrecadação do VGBL e do PGBL tem relação direta com a combinação de três fatores: estabilidade econômica, cenário próximo ao pleno emprego e aumento substancial da renda dos brasileiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.