Tamanho do texto

O ministro do Trabalho, Andreas Loverdos, estabeleceu o dia 15 de outubro como prazo para que os devedores saldem suas dívidas

O vice-ministro do Trabalho grego, Giorgos Kutrumanis, disse nesta quarta-feira em Atenas que cerca de 800 mil empresários, autônomos e agricultores da Grécia devem 15 bilhões de euros à Previdência Social do país.

O ministro do Trabalho, Andreas Loverdos, estabeleceu o dia 15 de outubro como prazo para que os devedores saldem suas dívidas, oferecendo um corte de até 80% nas multas pelos atrasos. A partir dessa data, serão impostas severas sanções por falta de pagamento, incluindo o fechamento de empresas e o confisco de bens, advertiu o ministro em entrevista coletiva.

O objetivo do governo grego é embolsar até esse dia pelo menos 400 milhões de euros, dinheiro que cobrirá parte do deficit da seguridade social. A lentidão na arrecadação tributária e a evasão de contribuições à Previdência foram alguns dos pontos críticos nos quais insistiram os especialistas da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) em uma recente inspeção na Grécia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.