Tamanho do texto

Washington, 15 jul (EFE).- Os preços por atacado registraram em junho a maior alta mensal desde novembro passado e subiram 1,8%, devido, em grande medida, ao encarecimento da energia, informou hoje o Departamento do Trabalho americano.

Os preços por atacado aumentaram 9,2% nos últimos 12 meses, a maior alta anualizada desde junho de 1981, outro período no qual os altos preços da energia provocaram um aquecimento inflacionário no país.

O núcleo do índice, que exclui os preços mais voláteis da alimentação e da energia, foi de 0,2% em junho, ligeiramente abaixo das expectativas dos analistas.

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, deve insistir hoje no perigo que representa a ameaça inflacionária, durante seu relatório semestral ao Congresso.

O banco central americano parou em junho a agressiva campanha de cortes da taxa de juros, com a qual buscou impedir que o país entrasse em uma profunda recessão, devido à crise imobiliária e ao maior rigor no acesso ao crédito. EFE tb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.