Tamanho do texto

Maiores pressões para a queda na cesta foram da carne de segunda, do açúcar refinado e do papel higiênico

A cesta básica ficou 0,13% mais barata na cidade de São Paulo no período de 10 a 16 de junho, em comparação com os sete dias anteriores. Na pesquisa do Procon-SP com o Dieese, o preço médio da cesta caiu de R$ 317,31 para R$ 316,90.

O maior recuo, de 0,59%, foi notado nos produtos de higiene pessoal. Os preços no grupo limpeza caíram 0,26%, enquanto os alimentos ficaram 0,07% mais baratos. Dos 31 produtos pesquisados, 12 tiveram alta, 16 mostraram queda e três ficaram estáveis.

As maiores pressões para a queda na cesta, considerado o peso de cada produto no cálculo, foram da carne de segunda, do açúcar refinado e do papel higiênico. As maiores altas dos últimos sete dias foram da batata, de 5,21%, da cebola, de 4,4%, e dos ovos brancos, de 4,09%. As quedas mais significativas foram registradas pelo biscoito maizena, de 4,65%, pelo papel higiênico, de 3,41%, e pela margarina, de 2,75%. Desde o primeiro dia do mês de junho o valor da cesta básica caiu 0,21%. Já no acumulado dos últimos 12 meses, o preço avançou 6,52%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.