Tamanho do texto

O plano do governo dos EUA de assumir os ativos podres das instituições financeiras do país pode custar até US$ 1 trilhão, afirmou o senador Richard Shelby, do Partido Republicano, em entrevista para a rede de televisão ABC. Eu acredito que vai custar pelo menos US$ 500 bilhões.

Mas se você olhar o que o Fed (Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos) já fez e a extensão do poder do Tesouro para lidar com as agências hipotecárias Fannie Mae e a Freddie Mac, acredito que estamos falando de cerca de US$ 1 trilhão", disse ele, que faz parte do Comitê de Relações Urbanas, Imobiliárias e Bancárias do Senado. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.