Tamanho do texto

Para Ministra Miriam Belchior (Planejamento), meta será atingida com aceleração da atividade econômica no segundo semestre de 2012

Para o governo federal, o Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas geradas no país, deverá crescer a taxa de 5,5% em 2013. A previsão foi apresentada nesta sexta-feira pela ministra Miriam Belchior (Planejamento, Orçamento e Gestão).

Leia também: Governo mantém superávit em R$ 155,9 bilhões para 2013

Ela creditou a elevação da taxa em um ponto percentual sobre os 4,5% esperados para 2012 como reflexo de um crescimento mais acelerado da atividade econômica no segundo semestre deste ano. “É possível fazer uma previsão do PIB crescendo, crescendo , cada vez mais”, disse a ministra.

Selic: 8% em 2015
O relatório do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2013 indica metas otimistas para PIB é nos próximos trÊs anos. Para 2014, o Ministério do Planejamento estima crescimento de 6%. Em 2014, a previsão oficial é de que o PIB registre alta de 5,5%.

A previsão do Planejamento para a taxa básica de juros (Selic) também mostra trajetória positiva de cortes. Em 2013, a previsão é de Selic a 9%. Para o ano seguinte, 8,5% e, em 2015, taxa de 8%.

Apesar do recuo apontados para a taxa definida pelo Banco Central, a ministra Miriam Belchior não quis comentar os cortes projetados para a Selic. “Sobre os juros, como disse a presidenta Dilma, só quem fala é o presidente do Banco Central [Alexandre Tombini]”, esquivou-se.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.