Tamanho do texto

Tóquio, 22 jan (EFE).- A companhia japonesa de eletrônica Pioneer propôs hoje a redução do salário durante dois anos de todos os seus empregados, que giram em torno de cinco mil, em resposta à crise econômica.

Segundo informou a agência de notícias local "Kyodo", a direção da Pioneer explicou aos sindicatos que seu plano significará um corte de 10% no salário dos diretores e chefes de seção, e que o resto será negociado.

As reduções de salário seriam aplicadas durante dois anos a partir do próximo dia 1º de abril, quando no Japão começa o novo ano fiscal.

O grupo Pioneer prevê perdas de 78 bilhões de ienes (US$ 875 bilhões) durante o ano fiscal 2008, que termina no próximo mês de março. EFE psh/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.