Tamanho do texto

SÃO PAULO - A empresa japonesa de eletrônicos Pioneer anunciou nesta quinta-feira um corte de 10 mil postos de trabalho no mundo e a saída do mercado de TV de tela plana. O total de funcionários que serão cortados inclui 6 mil funcionários permanentes e 4 mil trabalhadores temporários, que não terão seus contratos renovados. No ano passado, a Pioneer já havia anunciado um corte de pessoal, reduzindo seu quadro de funcionários para 36,9 mil.

A companhia pretende focar-se no mercado de produtos eletrônicos para automóveis e, diante desta decisão, afirmou que vai deixar o segmento de TVs de tela plana até março de 2010. A Pioneer pretende diminuir a quantidade de suas unidades de produção em todo o mundo em cerca de 30%.

A notícia foi conhecida no mesmo dia em que a a Pioneer disse esperar um prejuízo líquido de 130 bilhões de ienes (US$ 1,44 bilhão) para o ano fiscal que termina em março. A previsão anterior para o período era de perda de 78 bilhões de ienes.

(Vanessa Dezem | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.