Tamanho do texto

Apesar de terem apontado crescimento, os dados sugerem que a economia do Reino Unido está frágil

O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido cresceu 0,5% no primeiro trimestre deste ano, se recuperando da contração de 0,5% registrada nos três últimos meses do ano passado, informou o Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês). Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam expansão de 0,6%. Em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, o PIB do Reino Unido aumentou 1,8%, em linha com o previsto.

Apesar de terem apontado crescimento, os dados sugerem que a economia do Reino Unido está frágil. O ONS afirmou que a expansão veio principalmente do setor de serviços, que cresceu 0,9% - a maior alta desde o quarto trimestre de 2006. O setor de manufatura e outras indústrias, porém, cresceu apenas 0,4%. Segundo o ONS, o segmento de construção teve contração de 4,7% - a queda mais forte desde o primeiro trimestre de 2009.

O ONS observou que, descontando os efeitos das fortes nevascas que atingiram o país em dezembro e prejudicaram o PIB do quarto trimestre de 2010, a economia não fez nenhum progresso desde setembro do ano passado. De qualquer forma, os investidores pareceram satisfeitos com os dados, o que provocou um fortalecimento da libra logo depois da divulgação dos números.

Às 7h25 (de Brasília), a libra subia para US$ 1,6571, de US$ 1,6477 no fim da tarde de ontem. O ONS vai revisar os dados e a segunda estimativa para o PIB do primeiro trimestre deverá ser divulgada no dia 25 de maio. As informações são da Dow Jones.