Tamanho do texto

Atividade econômica da internet dos países do G-20 ultrapassará o PIB alemão em quatro anos, diz consultoria

A atividade econômica da internet dos países que fazem parte do G20, grupo das 20 maiores economias do mundo, crescerá mais de 10% ao ano pelos próximos quatro anos, ultrapassando o tamanho do PIB alemão, para US$ 4,2 trilhões (R$ 7,6 trilhões) em 2016, disse a consultoria Boston Consulting Group (BCG).

Leia também: Publicidade na internet cresceu o dobro da média do mercado em 2011 no Brasil

Com a proliferação dos smartphones com Internet, a expectativa é de que devem adicionar um total de 3 bilhões de pessoas à rede mundial de computadores até 2016. Serviços online de varejo, bancos, publicidade, serviços de TI e demanda por bens relacionados com a Internet irão prosperar, disse o BCG nesta segunda-feira.

A economia da Internet dos países do G20 vai praticamente dobrar entre 2010 e 2016, criando 32 milhões de postos de trabalho, de acordo com o relatório do BCG. "Caso fosse uma economia nacional, iria estar entre as cinco maiores do mundo, atrás somente dos Estados Unidos, China, Índia e Japão e à frente da Alemanha", disse David Dean, sócio sênior do BCG e coautor do relatório.

Leia também: C onsumo pela internet deve crescer 25% e movimentar R$ 23,4 bi em 2012

Em mercados desenvolvidos, a economia da Internet crescerá cerca de 8% ao ano, enquanto em mercados em desenvolvimento vai crescer duas vezes mais rápido, de acordo com o BCG. Ao todo, o Produto Interno Bruto (PIB) dos países que fazem parte do G20 cresceu 2,8% no ano passado, de acordo com a Organização para o Desenvolvimento e Cooperação Econômica, e é esperada uma desaceleração este ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.