Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro declinou 0,2% no segundo trimestre deste ano depois de crescer 0,7% entre janeiro e março. Na União Européia, o PIB recuou 0,1% nos três meses findos em junho, seguindo expansão de 0,6% no primeiro trimestre de 2008.

Durante o intervalo de abril a junho deste exercício, o gasto dos consumidores encolheu 0,2% na região do euro e 0,1% na União Européia. Nos três primeiros meses deste ano, foi verificada estabilidade e elevação de 0,2%, respectivamente.

Os investimentos caíram 1,2% na zona do euro e 1,6% no bloco europeu no segundo trimestre em comparação com os três meses antecedentes. As exportações cederam 0,4% em cada uma das áreas e as importações baixaram 0,4% na região do euro e 0,5% na União Européia.

No confronto com o segundo trimestre de 2007, as economias unidas pela moeda comum européia avançaram 1,4% de abril a junho deste calendário. No bloco europeu, as economias cresceram 1,6%. Entre janeiro e março de 2008 perante período equivalente do ano passado, o PIB da eurozona teve ampliação de 2,1% e o da União Européia registrou aumento de 2,3%.

As estimativas foram apresentadas nesta manhã pela agência oficial Eurostat. Um mês atrás, o organismo já havia calculado contração para as economias da zona do euro e da União Européia no segundo trimestre deste ano em relação aos três meses anteriores, de 0,2% e 0,1%, na ordem.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.