Tamanho do texto

A economia espanhola cresceu no primeiro trimestre pela primeira vez após seis trimestres consecutivos de contração, informou hoje o Banco da Espanha (o banco central do país), em seu relatório econômico. O Banco da Espanha calculou crescimento de 0,1% da economia no primeiro trimestre.

A economia espanhola cresceu no primeiro trimestre pela primeira vez após seis trimestres consecutivos de contração, informou hoje o Banco da Espanha (o banco central do país), em seu relatório econômico. O Banco da Espanha calculou crescimento de 0,1% da economia no primeiro trimestre. Em abril, o banco previu contração de 1,3% do PIB no primeiro trimestre.

Tradicionalmente, os números do banco central são muito próximos dos registrados pelo Instituto Nacional de Estatísticas, que divulga os dados oficiais do governo. Os número do instituto serão divulgados no dia 12.

O Banco da Espanha disse que a atividade no primeiro trimestre foi influenciada positivamente por uma segunda alta consecutiva dos gastos com consumo, respaldada por incentivos do governo para aquisição de automóveis. As exportações foram beneficiadas por uma "progressiva recuperação da economia mundial".

A leitura positiva surge em um momento em que o elevado déficit do país está na mira dos investidores, na esteira dos problemas na Grécia. Nesta semana, o primeiro-ministro, José Luis Rodriguez Zapatero, pediu aos investidores estrangeiros, assim como aos cidadãos e às companhias espanholas, para que observem os sinais recentes de melhora no desempenho da economia. "Os indicadores são positivos", disse ontem.

No começo da semana, a Comissão Europeia previu que a economia espanhola vai crescer no segundo trimestre, mas registrar contração no terceiro trimestre em consequência do aumento do imposto sobre o valor agregado. A Comissão Europeia prevê queda, em média, de 0,4% do PIB espanhol em 2010. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.