Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Philips vai transferir sua unidade de monitores para PCs, a IT Displays, para a chinesa TPV. A medida faz parte do esforço da companhia holandesa de recuperar a lucratividade de sua divisão de TVs, atualmente deficitária.

Pelos termos do acordo, a TPV irá fabricar e vender monitores da Philips em todo o mundo, como parte de um contrato de licença de uso de marca. Em contrapartida, a companhia chinesa irá pagar royalties à empresa holandesa, baseados em seu faturamento com os produtos licenciados. Segundo a Philips, a IT Displays faturou cerca de 600 milhões de euros no ano passado.

Os termos são semelhantes aos estipulados em abril, quando a empresa holandesa transferiu para a japonesa Funai Electric sua divisão de televisões na América do Norte.

De acordo com a Philips, a transação ainda depende de aprovação por agências regulatórias e do cumprimento de certas condições. O valor da transação não foi divulgado. A expectativa da empresa holandesa é de que o negócio seja completado ainda neste ano.

A Philips ainda informou que terá um impacto negativo de cerca de 66 milhões no resultado do segundo trimestre, devido às medidas adotadas no processo de reestruturação de sua divisão de TVs.

(José Sergio Osse | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.