Tamanho do texto

Após operar em baixo durante toda a manhã de hoje, quando o petróleo em Nova York chegou a ser negociado na casa dos US$ 120,00 o barril, os contratos futuros da matéria-prima (commodity) inverteram o sinal e passaram a operar em alta, após a divulgação dos estoques semanais americanos. Às 12h05 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em setembro subia 0,62%, a US$ 122,95 o barril, na sessão regular da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

Em Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent para setembro avançava 0,59%, a US$ 123,43 o barril.

O petróleo reage à queda de 3,5 milhões de barris nos estoques americanos de gasolina na semana encerrada na sexta-feira passada (dia 25). Analistas esperavam incremento de 200 mil barris. O Departamento de Energia dos Estados Unidos (DOE) também anunciou queda de 100 mil barris nos estoques de petróleo, enquanto se esperava declínio de 1,1 milhão de barris. Já os estoques de destilados avançaram em 2,4 milhões de barris, mais que o 1,8 milhão esperados. A capacidade de refino subiu para 87,2%, de 87,1% na semana anterior, e ficou em linha com o esperado por analistas. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre petróleo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.