Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os agentes nos mercados de petróleo avaliam os dados sobre os estoques de produtos energéticos dos Estados Unidos. Segundo o governo do país, as reservas de óleo cru expandiram-se em 3 milhões de barris na semana passada, para 337,5 milhões de barris.

A projeção de alguns analistas era de um aumento mais modesto, de 1,9 milhão de barris.

As reservas de gasolina e de destilados, no entanto, diminuíram na semana do dia 19 de fevereiro, em relação à anterior. No caso da gasolina, o movimento nos estoques foi contrário àquele previsto por alguns agentes, que previam acréscimo.

Os investidores também estão atentos à possibilidade de fim da greve em refinarias na França.

Minutos atrás, em Nova York, o WTI para abril subia US$ 0,85, negociado a US$ 79,71. O vencimento de maio se encontrava a US$ 80,12, com acréscimo de US$ 0,83.

Em Londres, o Brent para abril aumentava US$ 0,73, saindo a US$ 77,98. O contrato de maio tinha elevação de US$ 0,76, a US$ 78,39.

(Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.