Tamanho do texto

Os contratos futuros do petróleo operam em alta, impulsionados por dados do Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) divulgados ontem à noite que mostraram queda de 2 milhões de barris nos estoques do produto nos EUA na semana passada. Apesar disso, o mercado ainda aguarda a divulgação do relatório do Departamento de Energia norte-americano (DOE) sobre a posição dos estoques nos EUA.

Às 13h20 (de Brasília), os contratos do petróleo para março negociados na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) subiam US$ 0,32, ou 0,85%, para US$ 37,87 o barril. Em Londres, os contratos do petróleo tipo Brent para março ganhavam US$ 0,43, ou 0,96%, para US$ 45,04 o barril.

Segundo operadores, uma eventual confirmação da queda prevista pelo API nos dados divulgados pelo DOE pode sinalizar que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) teve sucesso em reduzir significativamente a oferta após os sucessivos cortes de produção anunciados no ano passado.

Mais cedo, a Agência Internacional de Energia (AIE) divulgou em um relatório mensal que a demanda mundial por petróleo em 2009 deve cair 1,1% em relação a 2008, para 84,7 milhões de barris por dia.

As projeções do Fundo Monetário Internacional para o Produto Interno Bruto (PIB) global, divulgadas recentemente, já haviam fornecido indicações de que a AIE poderia revisar em baixa as estimativas, o que amorteceu o impacto negativo do relatório sobre os preços. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.