Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os preços do petróleo verificam avanços nesta sessão, invertendo a direção tomada um dia antes. Da Nigéria, veio a notícia de que uma explosão danificou um oleoduto da italiana Eni SpA na região.

Ontem, o premiê britânico ofereceu ajuda ao governo nigeriano para treinar as forças de segurança na principal região produtora de petróleo da Nigéria em um esforço para estabilizar os mercados do produto.

Ativistas de direitos humanos condenaram a proposta britânica, segundo a BBC, porque eles acreditam que mais ação militar no território nigeriano poderia resultar em mais grupos militantes para fazer oposição.

Em Nova York há pouco, o WTI com entrega em agosto aumentava US$ 1, a US$ 135,60. O contrato de setembro tinha elevação de US$ 1,33, negociado a US$ 136,65.

Em Londres, o Brent para setembro estava a US$ 136,80, com acréscimo de US$ 0,99. O vencimento de outubro registrava o mesmo avanço, cotado a US$ 137,83.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia mais sobre petróleo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.