Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os preços internacionais do petróleo fecharam em alta nesta terça-feira. Os investidores receberam bem a notícia de que o Federal Reserve (Fed), o banco central dos EUA, optou pela manutenção da taxa básica de juros, e mostrou que deve prolongar a política monetária frouxa.

Também trouxe ânimo aos mercados a afirmação do ministro do petróleo da Arábia Saudita, que acredita que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) deve manter a produção até o fim do ano.

Os agentes receberam ainda a análise da agência de classificação de risco Standard & Poor's (S & P), que removeu os ratings da Grécia da lista de observação (CreditWatch). Com isso, a agência não planeja rebaixar a classificação de crédito do país por ora, mesmo diante da crise nas contas públicas gregas.

Em Londres, o Brent para abril fechou com alta de US$ 1,13, a US$ 79,02. O vencimento de maio subiu US$ 2,17, cotado US$ 80,80.

Em Nova York, o WTI para abril ficou negociado a US$ 81,98, com alta de US$ 2,18. O contrato de maio terminou a US$ 82,24, avanço de US$ 2,16..

(Vanessa Dezem | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.