Tamanho do texto

Os futuros do petróleo nos Estados Unidos fecharam em queda pela segunda sessão consecutiva nesta terça-feira, com as operações petrolíferas no Golfo do México voltando ao normal após a tempestade tropical Edouard atingir costa texana. O petróleo e derivados estão em forte queda, com expectativas de poucos danos da tempestade tropical Edouard na infra-estrutura da produção e refinamento, afirmou Addison Armstrong, analista da Tradition Energy, em comunicado.

Na Nymex, o contrato setembro fechou em queda de US$ 2,24, ou 1,84%, a US$ 119,17 dólares por barril, após ter sido negociado entre US$ 118 e US$ 121,23.

O patamar de US$ 118 é menor nível desde de 5 de maio, quando a mínima daquela sessão foi de US$ 116,05. O petróleo atingiu um recorde a US$ 147,27 em 11 de julho.

Em Londres, o contrato setembro do petróleo tipo Brent caiu US$ 2,98, ou 2,53%, a US$ 117,70, sendo negociado entre US$ 116,91 e US$ 120,05.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.