Tamanho do texto

Depois do forte aumento da véspera, os preços do petróleo diminuíram novamente nesta quinta-feira em Nova York, com o mercado atento à multiplicação dos sinais de um recuo da demanda mundial provocado pela desaceleração econômica.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril 'light sweet' para entrega em setembro fechou em 115,01 dólares, uma queda de 99 centavos em relação ao fechamento de quarta-feira. Ele chegou a cair para 112,59 dólares durante a sessão de hoje.

Em Londres, o barril do Brent do Mar do Norte para entrega em setembro perdeu 83 centavos, fechando em 112,64 dólares.

"Dois fatores provocaram a queda dos preços: o fortalecimento do dólar e principalmente os sinais de um recuo da demanda de petróleo não apenas nos Estados Unidos, mas também no resto do mundo", explicou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

O dólar ganhou força em relação ao euro nesta quinta-feira, com um euro valendo 1,48 dólar. Trata-se da cota mais alta da moeda americana em relação à européia em cinco meses.

Além disso, as provas de um recuo da demanda provocado pela desaceleração econômica estão se multiplicando, segundo os analistas.

"O consumo de gasolina diminuiu 3% no Canadá e 9% no Japão em junho. As importações de petróleo na China caíram em julho", declarou Lipow.

Além disso, os temores de que esta tendência piore são "confirmados pelo anúncio de uma desaceleração da economia na zona euro no segundo trimestre", comentou Mike Fitzpatrick, da MF Global.

gmo/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.