Tamanho do texto

Os preços do petróleo caíram em Londres e Nova York nesta sexta-feira, apesar da surpreendente queda do desemprego nos Estados Unidos, afetado por um claro fortalecimento do dólar.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de West Texas Intermediate (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em janeiro terminou a 75,47 dólares, em baixa de 99 centavos, a terceira consecutiva.

Na InterContinentalExchange de Londres, o barril de Brent do mar do Norte com o mesmo vencimento perdeu 84 centavos, a 77,52 dólares.

Os preços haviam subido na abertura, alentados pela divulgação de estatísticas mensais sobre o emprego nos Estados Unidos, invertendo a tendência pouco depois.

A taxa de desemprego caiu de maneira inesperada em novembro, a 10,0%, com apenas 11.000 demissões, dez vezes menos que em outubro. A perda de empregos no mês foi a menor desde dezembro de 2007, quando os Estados Unidos entraram em recessão.

"O cru depende do dólar", resumiu Jason Schenker, da Prestige Economics. "Quando o indicador é muito bom, e faz pensar que isso fará com que os preços subam, mas o anúncio fez o dólar subir mais ainda e isso afetou a cotação do cru".

gmo/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.