Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Petrobras confirmou nesta quinta-feira em comunicado que suspendeu o processo de licitação da Plataforma 61 (P-61) e acrescentou que tomou a mesma decisão em relação à P-63. Segundo a companhia, em ambos os casos os valores das propostas recebidas para construção da plataforma eram muito elevados, tendo em vista as condições atuais de mercado. a Petrobras informa ainda que instaurou um Grupo de Trabalho (GT) interno que deve levantar alternativas para o projeto.

A P-61 e a P-63 estavam projetadas para serem construída no campo Papa Terra, na bacia de Campos. A P-61 seria a primeira plataforma tipo TLP (Tension Leg Platform) a ser construída no Brasil, modelo que poderia ser aplicado posteriormente nos campos do pré-sal.

No mercado, comentava-se que três estrangeiras especializadas em projetos deste tipo teriam apresentado propostas: Modec, Floatec e SBM. Já na concorrência da P-63 estariam no páreo Modec em parceria com Mac Laren, BW e Quip.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.