Tamanho do texto

RIO - O pagamento dos US$ 400 milhões para a ExxonMobil pelos ativos de distribuição da empresa no Chile será feito pela Petrobras ao longo dos próximos nove meses. Ao fim desse período, o controle será transferido para a empresa brasileira.

O pagamento será feito dentro do período de transição. Não posso divulgar detalhes, mas estamos fazendo um pagamento agora e existe um planejamento durante o período de transição, afirmou o diretor da área internacional da Petrobras, Jorge Luiz Zelada.

A estatal realizará o pagamento com recursos próprios e não há expectativa para expansão da rede atual de 230 postos da ExxonMobil no Chile. Segundo Zelada, a bandeira dos postos será mudada para Petrobras ao longo dos próximos dois ou três anos.

A aquisição dos ativos da ExxonMobil no Chile abre ainda a possibilidade de aumento das sinergias e parcerias com a estatal Enap, responsável por 100% do refino de petróleo no país. Hoje, o Chile absorve 10% das exportações brasileiras de petróleo.

Podemos aprofundar estudos junto com a Enap, dentro do acordo que temos assinado para o desenvolvimento de oportunidades. Aí pode incluir GNL e biocombustíveis. Temos possibilidade de desenvolver uma cooperação maior, disse Zelada.

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.