Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Petrobras comunicou nesta sexta-feira uma nova descoberta de óleo leve na bacia do pré-sal do Espírito Santo, em área denominada Parque das Baleias, após a concluir a perfuração de dois novos poços. O volume recuperável das descobertas é estimado entre 1,5 bilhão e 2 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), conforme fato relevante divulgado.

A estatal lembra que até agora já foram perfurados seis poços na seção pré-sal do Espírito Santo, todos eles com sucesso. Com as novas descobertas, o volume total de óleo estimado na área do Parque das Baleias, incluídos os reservatórios localizados acima e abaixo da camada de sal, já chega a cerca de 3,5 bilhões de barris de óleo equivalente.

"Os excelentes resultados dessas duas perfurações, as ótimas respostas do Teste de Longa Duração (TLD) do poço pioneiro 1-ESS-103A e as facilidades logísticas já instaladas e em instalação na área levam a Petrobras a intensificar os estudos para acelerar a produção do pré-sal do Espírito Santo", ressaltou a companhia no fato relevante.

Segundo a Petrobras, nos dois novos poços, os reservatórios foram descobertos sob uma camada de sal de até 700 metros e em lâminas d´água de 1.348 metros e 1.426 metros.

Os reservatórios estão entre 4.200 metros e 4.800 metros de profundidade a partir do nível do mar e apresentam espessuras porosas com óleo de 190 metros e 300 metros, o que, segundo a Petrobras, comprova o grande potencial das descobertas.

Os poços 6-BFR-1-ESS e 6-BAZ-1DB-ESS foram perfurados a cerca de 80 quilômetros da costa e a cinco e seis quilômetros a norte e a sul, respectivamente, do poço 1-ESS-103A, que já produz, com alta vazão, desde setembro.

Ajuda contra a crise

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comemorou a nova descoberta de petróleo. "Tenho tanta sorte que ontem, lá no poço de Jubarte, a Petrobras encontrou mais uma reserva de 2 bilhões de barris de petróleo. Ou seja, mais petróleo para enfrentar essa crise que estamos vivendo no mundo", disse o presidente durante a assinatura do decreto que regulamenta a Lei da Mata Atlântica, nesta sexta-feira. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.