Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Perdigão lançou mão mais uma vez férias coletivas, agora em sua unidade de aves em Dourados (MS), onde 1.520 empregados ficarão parados por 30 dias, do dia 11 de fevereiro ao dia 12 de março.

De acordo com a Perdigão, apenas os setores de abate e processamento ficarão parados no período. Continuam em operação outras áreas como a granja e a fábrica de ração.

A assessoria de imprensa da companhia lembra que o maior volume de férias coletivas não coincidem em período pois em Lajeado (RS) a dispensa ocorre por 30 dias a partir de 23 de março, só depois que a força de trabalho em Dourados tiver retornado.

Na semana passada a empresa já tinha dados férias coletivas para 580 trabalhadores da unidade de Cavalhada e 2.300 empregados na planta de Lajeado, ambas no Rio Grande do Sul.

A decisão responde mais uma vez à decisão da empresa de reduzir a produção de aves em meio à redução das exportações.

Leia mais sobre emprego

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.