Tamanho do texto

Resultado veio acima do esperado pelos economistas que projetavam aumento de 5 mil pedidos no período

selo

O número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego subiu 9 mil, para 408 mil, após ajustes sazonais, na semana até 13 de agosto, informou o Departamento de Trabalho dos EUA.

O dado da semana anterior foi revisado em alta para um total de 399 mil novos pedidos, acima dos 395 mil informados anteriormente.

Os economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam aumento de 5 mil pedidos para 400 mil. A média móvel de pedidos feitos em quatro semanas - calculada para suavizar a volatilidade do dado - caiu 3.500, para 402.500.

Na semana encerrada em 6 de agosto, o número total de norte-americanos que recebiam auxílio-desemprego subiu 7 mil, para 3,702 milhões. A taxa de desemprego para trabalhadores com seguro-desemprego ficou inalterada em 2,9% na semana até 6 de agosto frente a anterior.

Nos EUA, as regras para distribuição do auxílio-desemprego variam de Estado para Estado e nem todos os desempregados têm direito ao benefício. As informações são da Dow Jones.