Tamanho do texto

Apesar do resultado, percepção ainda é a de que o mercado está melhorando

Os novos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos subiram inesperadamente na semana passada, mostrou um relatório do governo divulgado nesta quinta-feira, mas não o suficiente para mudar as percepções de que o mercado de trabalho está se fortalecendo.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego subiram em 8 mil, para uma taxa ajustada sazonalmente de 362 mil, disse o Departamento do Trabalho. O número da semana anterior foi revisado para cima, para 354 mil, ante 351 mil previamente divulgado. Mesmo com os aumentos, os pedidos continuam próximos da mínima em quatro anos.

Economistas consultados pela Reuters previam que os pedidos permanecessem estáveis em 351 mil. A média móvel de quatro semanas para novos pedidos, considerada uma medida melhor para as tendências do mercado de trabalho, subiu em 250, para 355 mil -ainda próxima da mínima em quatro anos.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.