Tamanho do texto

Megainvestidor afirma que o fim da moeda única na Europa não é "impensável", mas avalia que esforços serão feitos para preservá-la

O megainvestidor americano Warren Buffett afirmou que o colapso do euro como moeda única do bloco econômico está longe de ser “impensável”. “Sei que alguns pensam que isso (o colapso do euro) é impensável.... eu penso que não”, disse Buffet em uma entrevista à rede de notícias americana CNBC.

Mas o investidor afirmou que haverá um grande esforço para preservar o euro. Nesse meio tempo, países periféricos e mais vulneráveis, como Portugal , precisam encontrar uma forma para resolver suas crises fiscais.

Até o momento, Buffett afirmou que as turbulências fiscais na Europa não terão um impacto severo para sua holding, a Berkshire Hathaway. “As moedas são frágeis há séculos”, disse o investidor. “Não é fim do mundo, mas muitos ajustes serão necessários caso fique claro que o euro enfrenta um verdadeiro problema”.