Tamanho do texto

Modelos de desenvolvimento de países como China e Índia demandam recursos de uma maneira muito intensiva

O cenário internacional deverá manter os preços das commodities em patamar elevado, segundo avaliação do presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini. Durante o 22º Congresso Brasileiro do Aço, em São Paulo, ele destacou que não vê perspectivas para quedas prolongadas nas cotações.

"É pouco provável que essa tendência [de alto preço de commodities] se altere, o que assegura uma perspectiva positiva e duradora para nossas empresas exportadoras, mesmo que haja alguma volatilidade de preços", comentou.

Ele acrescentou que os modelos de desenvolvimento de países como China e Índia demandam recursos de uma maneira muito intensiva. Entre as oportunidades vislumbradas pelo presidente do BC para o Brasil nos próximos anos estão a exploração de minerais e do pré-sal e o incremento da produção agrícola, além dos investimentos em infraestrutura, tendo em vista a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.