Tamanho do texto

Nunca em tempos de paz governos somaram déficits públicos tão grandes quanto o que será registrado em 2010. Dados das dívidas nacionais dos 30 países industrializados indicam que o rombo nas contas chegam a US$ 43 trilhões, a maior já contabilizada por qualquer entidade internacional em qualquer momento da história.

Nunca em tempos de paz governos somaram déficits públicos tão grandes quanto o que será registrado em 2010. Dados das dívidas nacionais dos 30 países industrializados indicam que o rombo nas contas chegam a US$ 43 trilhões, a maior já contabilizada por qualquer entidade internacional em qualquer momento da história.

Os dados são da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), que reúne os países desenvolvidos. A conclusão do levantamento é de que, sem dúvida, muitos países caminham para um cenário crítico e vivendo além da capacidade de se financiar.

Em 2009, o Fundo Monetário Internacional (FMI) calculava que o Produto Interno Bruto (PIB) do planeta era de US$ 57,9 trilhões. Se em 2010 o PIB mundial ficar estagnado ou crescer pouco, a dívida apenas dos países ricos representaria 75% da riqueza do planeta.

Desde 2007, o déficit dos governos ricos aumentou em quase sete vezes em valores totais. O montante atingiu US$ 3,4 trilhões em 2010, depois que americanos, alemães, ingleses e vários outros governos tiveram de abrir seus cofres para salvar setores inteiros da economia. Outra constatação foi a queda acentuada na arrecadação diante da recessão provocada a partir de setembro de 2008. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.